ENCONTRO LITERÁRIO “MONTEIRO LOBATO” / 2019 UNIDADE: LUÍS EDUARDO MAGALHÃES
26 de março de 2019

Unidade de Luís Eduardo Magalhães, com uma reflexão… clichê… falando que o universo se formou de um jeito belo, mágico, singular… uma explosão de infinita magnitude!
Desde então, ao longo do tempo, todo ser vivo passou por mudanças…as mais variadas e evoluiu. É fato que, boas ou ruins as evoluções se fizeram, por si mesmas ou pelas mãos dos homens, e aqui estamos.
Alguém disse que cabe aos intelectuais criar as ideias e eles não são poucos; citá-los a todos é tarefa quase impossível, mas em algum momento, seja por que razão for, nomes como Darwin, Mozart, Michelangelo, Dante, Einstein, Lavoisier, Van Gogh, Picasso, Cervantes, Lispector, Meireles, Lobato e tantos outros, pairam ao nosso redor…
Cabe a nós, educadores, fazer conhecer e ensinar sobre essas pessoas e suas ideias, aos nossos alunos, pois em um momento, ao olhar despretensiosamente o espaço, eis que se dá, dentro do ser, uma explosão qualquer imaginativa, tão singular quanto a que deu origem ao universo, tão singular quanto as ideias desses a que chamamos gênios.
E é, também, por esse motivo que estamos aqui hoje. Para mostrar que cada um de nós atua como sócio majoritário de sua própria existência, sem esquecer que essa função delega a cada indivíduo poderes e cobra deveres.
Estamos, ou deveríamos estar, no controle de nós mesmos, porém não podemos esquecer que apesar de controlar o que produzimos, nem sempre conseguimos fazer isso de forma solitária e precisamos do outro. É aí que devemos aprender a empreender nosso protagonismo, que é fruto das nossas vontades ou da falta delas, sem confundir liberdade com voluntarismo, até porque fazer o necessário (sozinho ou em grupo) nem sempre significa fazer o mais prazeroso ou aquilo que é da vontade de cada um.
Refletindo, nosso intuito é direcionar e permitir que estes meninos e meninas, nossos alunos, mostrem um pouco do conhecimento adquirido até então. Esta Mostra Cultural traz várias linguagens: o cinema, a pintura, a escultura, a dramatização, a declamação, a informação, a dança, a escrita. E, como o disse Fernando Pessoa, “A literatura, como toda arte, é uma confissão de que a vida não basta.” E não basta mesmo. Precisamos do registro, na suas mais variadas formas, para perpetuar nossos feitos.
Mas… tomemos a leitura como a medida da descoberta de nossas exigências para enunciar o mundo e aquilo que o circunda. Quanto mais lermos, maior será a necessidade de expressarmos o conhecimento, suplantando o diálogo raso e sem sentido porque a vida, que não se basta, só é boa, quando atribuímos a ela significados.
Enfim, queremos que vocês estejam aqui, apreciando com os olhos do coração e valorizando com os olhos da razão, os trabalhos executados pelos filhos de vocês, neste primeiro bimestre de 2019, como uma mostra do que pretendemos junto a eles ao longo deste ano e de outros que, por certo ainda virão, para muitos deles aqui na Escola Monteiro Lobato.
Passeiem pelas salas, pelos corredores, pelo auditório… sejam bem vindos a nossa escola e apreciem os trabalhos de seus filhos e dos amigos de seus filhos.
Prof.ª Solange Stocco
(fala de Abertura do Evento)

 

AGENDA
IV BIMESTRE/2019 – Unidade Luís Eduardo Magalhães

Período do Bimestre: 16/9/2019 a 20/11/2019. Período de VA2:   8 a 20/11/2019. 2ª chamada: de VAP 1 – 7ª semana: […]

IV BIMESTRE /2019 – Unidade Barreiras

Período do Bimestre: 16/9/2019 a 21/11/2019. Período de VA2:   11 a 21/11/2019. 2ª chamada: de VAP 1 – 7ª semana: […]